Resenha: Meu Refúgio – Cinthia Freire

Prepare-se para se apaixonar, amar, sofrer, chorar, ter seu coração partido em mil pedaços para no fim colar pedaço por pedaço. Conheça a história de Alan em Meu Refúgio.

Cinthia Freire mais uma vez vem que vem para destruir nossos corações. Em Meu Refúgio, livro 3 da Série Segredos, ela conta a história de Alan e Monique. Alan, para quem não conhece é o melhor amigo de Gabriel, o garoto quebrado que mora no coração de todos as leitoras que já leram, Meu Erro ou Minha Rendição, livros 1 e 2 da série. Segundo a autora, Meu Refúgio foi uma surpresa.

“Alan era para ser apenas um personagem secundário, o amigo fiel de Gabriel, mas há algo nesse garoto que despertou o interesse das leitoras e as fizeram se apaixonar por ele. E foi assim, de “Escreve um livro pra ele, por favor” em “Vai ter livro do Alan, né?” que surgiu a história de um garoto sonhador e uma bailarina desiludida: Alan e Monique.” – Cinthia Freire

Cinthia atendeu muito bem esse pedido. Meu Refúgio é um livro de 723 páginas, divido em duas partes. Ou se você preferir é dois livros em um. Mas não se preocupe. Se você nunca leu Cinthia Freire saiba que essas 723 páginas vão passar como se fossem 10. Você será devorado pela história e como disse antes vai se apaixonar, amar, sofrer e ter seu coração partido junto com os leitores.

Os leitores cativos da série segredos conheciam Alan como o cão de guarda de Gabriel, o amigo de todas as horas e dificuldades. E agora temos a chance de saber que ele é muito mais que isso. A primeira parte da história, trás um Alan no auge dos seus quatorze anos, começando numa nova escola, do qual ele não pertence. Alan é pobre. Seu pai teve seguidos AVC’s e não consegue mais trabalhar, ou mesmo se comunicar perfeitamente. Por isso o sustento da casa é de responsabilidade da sua mãe, que entre um bico e outro, trabalha na limpeza de uma escola particular. A melhor da cidade. Aquela que só os mais abastados podem estudar. E é nessa escola que ela consegue uma bolsa para Alan.

“... é aqui nessa escola que eu sou o alvo das piadas, o garoto que eles adoram provocar. Já me acostumei a ignorar o que ele dizem, na grande maioria do tempo eu nem ao menos noto a presença deles, entro na escola, ouço os professores, faço o que eles me pedem e vou para a minha casa. 

Simples assim. Eu não me misturo, porque não estou aqui para isso.” – Pos. 306 

No meio desse plano de ignorar toda a escola estavam os professores. E foi por causa dos temidos trabalhos em grupo, que ele conheceu o garoto emburrado do fundo da sala chamado Gabriel e a menina perfeita com cheiro enjoativo de caramelo chamada Monique. Os três sem querer, querendo, ficam inseparáveis, e a implicância inicial de Alan com a menina perfeita, acaba virando amor.

Eu nunca deveria olhar para ela, é como olhar para o sol; a cada vez permaneço mais tempo admirando-a e cada vez que faço isso ela me cega um pouco mais, já não consigo ver nada a minha volta, apenas a linda garota de cabelos loiros e sorriso metálico.” – Pos. 603

Alan acha Monique a menina perfeita, loira, rica, linda, impecável. Mas a vida da bailarina não é tão boa sim. Sim, ela é rica. Sim, ela é linda – pelo menos aos olhos de Alan. Mas mesmo assim não tem o que mais deseja no mundo, o amor de sua mãe. Monique se esforça dia e noite por isso. Treina balé com afinco para ser a melhor bailarina, assim como sua mãe deseja. Faz tudo que ela pede, sem nem um elogio receber em troca. Wanda é uma mulher exigente, preconceituosa, algumas vezes violenta e que vive de aparências. Despreza o filho mais velho por ele ser gay, arranca o couro de Monique nos treinos e mal da atenção para César, o caçula. Seu marido vive em viagens, supostamente cuidando dos negócios da família e não vê o sofrimento do qual sua família passa.

Uma onda de tristeza me assola ao notar o quanto a presença da minha própria mãe me afeta. Ela deveria ser a minha amiga, eu deveria estar em seus braços contando a ela sobre meu namoro com Alan, o quanto ele é especial e como hoje sei o que significa amar alguém. Mas tudo o que sinto ao olhar para seu rosto é um desejo quase insuportável de proteger o meu segredo.” Pos 2447

Meu Refúgio - DLAlan e Monique namoram escondidos, e por pouco tempo as coisas vão bem. Até que Wanda arruma formas de castigar física e psicologicamente a bailarina, para que ela continue fazendo tudo que ela manda. Ela não aceita o relacionamento dos dois e como mesmo assim os dois continuam a se encontrar, ela se vinga em Alan da mesma forma e leva Monique para Londres com a desculpa de matricula-la numa escola de balé. O plano era que ela voltasse assim que fizesse 18 anos. Ela ficaria fora por um ano e voltaria para Alan. Mas não foi isso que aconteceu. A bailarina não voltou. Pior, ficou fora do mapa. Sem notícias e esperando o pior Alan se afunda no seu sofrimento.

Hoje completo dezenove anos, os seis meses que tanto esperei se passaram e mais seis chegaram, ainda me lembro de quatro anos atrás, quando ainda menino ganhei o maior dos presentes: o beijo de uma garota. Lembro-me das promessas que fizemos, das juras de amor, das dores que sentimos e do porquê nosso amor era proibido. (…) Um dia amei uma garota, prometi a ela que a esperaria, e durante esse último ano foi tudo o que fiz. Eu esperei por ela. 
Até a noite passada.” – Pos. 2793

A segunda parte se passa no “presente” com o Alan adulto, que as antigas leitoras da Série Segredos já conhecem: focado em ajudar o amigo Gabriel e de coração partido. E mesmo depois de tanto tempo seu primeiro pensamento continua ser sua bailarina. Monique ainda está em Londres e ao contrário do que Alan um dia possa ter pensado, ela está viva. Porém teve seus motivos para continuar longe e não ter voltado para Alan, mesmo ele também sendo o primeiro e o último pensamento dela do dia. A distância termina quando seu irmão mais velho, Alfredo, sofre um grave acidente de carro e corre risco de morte. Monique abandona a vida no velho continente e volta para o Brasil, para cuidar do irmão e enfrentar seus fantasmas.

Tanta coisa mudou desde a última vez que estive aqui. Uma vida inteira se passou, escolhas foram feitas, minha família se desmanchou como um castelo de cartas, hoje somos uma bagunça de sentimentos reunidos em torno de laços de sangue.” Pos. 3165

O reencontro de Alan e Monique não é simples (afinal estamos falando de Cinthia Freire). Várias vezes tive vontade de pegar na mão de cada um, tranca-los num quarto e dizer “Vocês não vão sair daí até se resolverem”. Mas aí vem a Cinthia, joga mais um monte de verdades na sua cara para provar que tudo tem seu tempo e todos tem seus motivos. O livro tem muitas, muitas viradas: Se apaixonam, Wanda, Monique vai embora, corações partidos, Monique volta, César, colar pedaços do coração de volta, Benjamin, mais coração partido, cola tudo de novo, Wanda… Enfim, você não sofrerá de tédio.

Falando em momentos, um dos que mais me emocionou e que com certeza vai causar o mesmo efeito nos leitores da Série Segredos, é o enterro de Laura, mãe de Gabriel e que muda a vida de todos a sua volta. Um momento triste, marcante e emocionante.

Sinto o ar fugir dos meus pulmões e tento soltar a mão de Monique, mas dessa vez é ela que aperta. Desvio o olhar rapidamente, na verdade não consigo vê-la, mas sei que ela está ali, deitada, seus olhos fechados para sempre… Sinto as lágrimas inundarem os meus olhos, mas não as deixo cair, balanço a cabeça e volto a olhar para a porta não querendo aceitar a realidade de que Laura esteja morta.” Pos. 429

Em cada livro da Série Segredos, a autora aborda um assunto sério que merece discussão. Em Meu Refúgio Cinthia fala mais uma vez sobre um relacionamento abusivo. Em Minha Rendição as agressões era entre um casal, agora a situação continua grave, porém mais delicada, por se tratar de Mãe e Filha. Mas Cinthia vai além disso, ela fala sobre diferenças, sobre sexualidade, aceitação, amizade, o amor da família, as lutas, por ser alguém, por ser aceito, por ser amado e claro sobre a força e a importância do amor na vida das pessoas.

Como disse, o livro tem diversos momentos importantes para os antigos leitores da série, mas é possível acompanhar a história. Porém recomendo ler a série na ordem (Meu Erro, Minha Rendição) e também os contos Minha e Meu, todos eles com resenhas aqui no DL. Assim que você conhecer Gabriel, Alan, Vinícius e companhia eu tenho certeza que você vai querer mais.

Meu Refúgio, já trás um gostinho do próximo livro, Minha Cura, e confesso, xxx não é meu personagem predileto. Gosto muito do Gabriel pra gostar dele também (rs). Mas depois de ler por mais de um ano os livros da Cinthia, sei da mágica que ela pode fazer e prometo ler Minha Cura de coração aberto <3 Agora é só esperar.

Meu Refúgio – Cinthia Freire

Meu Refúgio - CapaEditora: Escritora Independente
Formato: E-Book
Tamanho do arquivo: 3669.0 KB
Páginas: 723 páginas
ASIN: B077MFTPBP
Compre Aqui:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *