Resenha: Metrópole, Despertar – Melissa de Sá

Um universo cheio de peculiaridades, ação e grandes viradas. Metrópole é uma distopia criada por Melissa de Sá e publicado pela Editora Draco.

Metrópole é um mundo baseado na razão e no controle da mente. Depois de um momento da história chamado de O Grande Caos, o ser humano se reergueu e foi capaz de criar um mundo sem violência, sem doenças, sem sentimentos ou qualquer coisa que seja considerada uma perda de tempo ou irracional. Andrella é uma adolescente aparentemente normal. Namora, estuda, segue regras, toma tônicos e faz exercícios para a mente e corpo. Em resumo, uma metropolitana buscando ser manter dentro do padrão. Mas ela fez algumas escolhas diferentes, como por exemplo seguir carreira médica. (E Porque ser médica numa sociedade onde não existem doenças?). Ela vive com seu Tio Argorio, na verdade seu padrasto. Ele resolveu cria-la depois que sua mãe morreu, mesmo sem ter a obrigação ou – mesmo não sendo racional.

“Andrella achava que o tio Argorio era uma boa pessoa, mas não havia grande afeição entre eles. Ela sabia que ele se importava com ela, que prezava muito por sua educação, em prover tudo que era necessário, mas a garota tinha certeza de que Argorio só tinha ficado com ela em memória à sua falecida esposa.” P. 09

Tudo ia bem até Andrella ter 80% de aproveitamento na prova de Química Básica II. E o que é 80% de aproveitamento numa prova metropolitana? Fracasso! Andrella foi considerada um fracasso e seu mundo desmoronou. Os fracassados são esquecidos em Metrópole. E são esquecidos porque eles se tornam ninguém. Com um rótulo desses, claro, ela fica desesperada, mas… esse era só o começo. Andrella se vê completamente sozinha quando seu Tio é sequestrado. Em apenas um dia Andrella se torna um fracasso e um crime acontece na sua casa. Duas coisas completamente absurdas numa sociedade como a Metrópole. E quando ela achava que teria algum tipo de apoio vindo desta sociedade, ninguém parecia se lembrar ou se importar com o sequestro.

“-O que você está dizendo? – perguntou Andrella, confusa. – Você sabe muito bem o que aconteceu com meu tio Argorio! Ele está desaparecido.

– Não seja tola, menina – falou Osmorne, num sorriso bondoso sem qualquer traço de paciência. – Ninguém desaparece em Metrópole. Ele deve ter apenas atrasado por

conta do volume de trabalho.” P. 27

Metrópole

Andrella percebe – um pouco lentamente – que Metrópole e o conselho da cidade não são tão corretos como gostariam de transparecer. Ela descobre segredos sobre Metrópole, sobre sua família, sobre si mesma e principalmente, descobre o que há além dos muros da cidade. E nada do que ela descobre se encaixa com o mundo e com as regras que ela aprendeu a obedecer. Andrella descobre o medo, a dor, a coragem e principalmente que nenhum lugar é seguro.

“Ela ia morrer. Andrella entrou em pânico, não conseguia se controlar. O dono dos passos abriria a porta do armário a qualquer momento. Oh, Metrópole, ele ia matá-la, matá-la, como nos tempos antigos. Eles estavam voltando. E o medo também, ah, o medo!” P.32

 

Desde que li o conto Despertar de um Sonho (alias ele é gratuito, é só baixar no link), percebi como o universo de Melissa era era complexo e desde já fiquei interessada. E Metrópole: Despertar, foi  um desafio quando o assunto é fazer resenha sem spoiler. O mundo  cheio de detalhes importantes e viradas que se contadas agora perdem totalmente a graça.

A escrita de Melissa de Sá é tranquila, sem muitos floreios e com personagens extremamente profundos (Alias, essa pode ser uma descrição muito boa para Metrópole, nada nesta história é superficial). Melissa usa de interlúdios, com fragmentos do passado de outros personagens pra explicar a complicada trama que levou a sociedade a se dividir. Veja bem, não digo que a história é complicada. Não. O mundo do qual Metrópole faz parte é extenso. E quanto mais detalhes, maior a possibilidade deste mundo parecer real aos nosso olhos.

Por isso, talvez, eu terminei Metrópole: Despertar com vontade de ler novamente, com medo de que algum detalhe tenha escapado, mas mais do que isso: Por favor Melissa, quero o segundo livro pra ontem!!! Metrópole é uma distopia cheia de ação, suspense e vai te surpreender.

Metrópole: Despertar – Melissa de Sá

Editora: Draco
Formato: E-book ou Capa Comum
Tamanho do arquivo: 2574 KB
Número de páginas: 177 páginas
ASIN: B01KGGQ7H2
Compre Aqui:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *