Resenha: Andarilho das Sombras – Eduardo Kasse

Fiz uma viagem pela Europa medieval acompanhada de um assassino cruel, mas que se você conhecer a fundo, vai ver que ele tem um grande coração. O Andarilho das Sombras é um livro de Eduardo Kasse, publicado pela Editora Draco.

A obra narra em detalhes a história de Harold Stonecross – já começo dizendo que adorei esse nome. Harry era um bom rapaz em busca de seu lugar no mundo. Nunca foi muito bem tratado pelo pai e com medo de um grande castigo, ainda jovem acaba saindo de casa. Aqui ele se torna um andarilho. Ele é adotado por um pescador, aprende o oficio, mas acaba ficando sozinho novamente depois de um naufrágio. Então conhece Edred e Eofwine, com quem vive por alguns anos, até que sente que é o momento de seguir seu caminho. Ele parte em uma aventura sem rumo com o impetuoso, engraçado e louco Edred. E assim Harold Stonecross segue seu caminho, de aventura em aventura, até se apaixonar por uma fazendeira e finalmente achar seu lugar no mundo.

Andarilho das SombrasMeu coração quase saia do peito e minhas mãos tremiam. Senti o suor escorrer pela espinha e um jorro de alegria me dominou. Respirei fundo. Precisava me controlar para não fazer feio. Não podia manchar a minha reputação logo na primeira noite.

Dá pra dizer que apenas essa parte da história seria um livro em tanto. Mas não de Eduardo Kasse. Em paralelo é narrada a outra parte da vida (ou da morte) de Harry. Um vampiro que faz do mundo seu palco sanguinário, mas cheio de amor. Sim ele é um vampiro, que precisa matar e beber sangue para sobreviver. E faz isso com gosto. Mas existe um outro lado. Um lado mais humano talvez. Harold é um galante de coração mole, que gosta de se apaixonar e sofre quando seu coração é partido. E como sofre. Mas como a eternidade é longa de mais e ele acaba se apaixonando novamente. O que não quer dizer que ele não amou a anterior. Amou e amou por uma vida. O problema é que ele tem muitas e elas… bom não vou dar spoilers.

Eduardo Kasse - Andarilho das Sombras
Eduardo Kasse – Foto Divulgação

Convicção, riquezas e bajulação. Essas eram as chaves-mestras para se conseguir qualquer coisa nessa terra de homens suscetíveis. Terra coberta por corrupção e imoralidade.”

Quando comecei a ler O Andarilho das Sombras não entendi bem qual era o enredo, o objetivo ou qual seria a virada da história. Mas aos poucos compreendi que eu estava naquela viagem junto com Harold. Que ele e suas aventuras (que não são poucas) eram a história. Eu estava ali acompanhando o O Andarilho das Sombras. E que viagem. Eduardo Kasse não economiza na pesquisa e enriquece a narrativa com detalhes históricos. Detalhes que se você procurar rapidamente na internet vai ver que aquilo aconteceu, ou que determinada pessoa existiu e que Harold está ali contando o lado dele da história.

Além disso, o autor usa muito bem os detalhes de como foi uma vida na idade média. A forma de falar dos personagens, as manias, as piadas e até a higiene daquela época, tudo contado em ricos detalhes o que só deixa a narrativa ainda mais interessante e abraça o leitor para dentro da história.

E eu, diferente dos demais homens do meu tempo, também gostava de banhos prolongados. Havíamos comprado uma grande tina de madeira, na qual colocávamos água fervente e depois fia, até a temperatura ficar morna e agradável. Certa vez, Godfrey me disse que minha pele iria apodrecer e eu ficaria exposto a todas as doenças.”

Outras referências usadas de maneira incrível por Kasse, são os Deuses. O Andarilho das O Andarilho das SombrasSombras se passa no momento que o cristianismo está dominando a Europa. Com a igreja recolhendo taxas e fazendo o povo sofrer em nome do Deus cristão. Poucos são aqueles que ainda acreditam nos Deuses antigos. Harold cresceu escutando as histórias do pai sobre Odin, sobre Thor e outros Deuses, mas nunca desrespeitou o Deus cristão. Ele até tentou acreditar, mas sua vida mostrou que o Deus da cruz até poderia existir, mas os homens estavam se aproveitando dele para enriquecer. Enquanto vampiro ele teve uma intensa relação com os crentes em cristo e com os Deuses antigos.

De repente ele começou a crescer ficando um pouco mais alto do que eu, seus pés transformaram-se em patas de bode e pelos castanhos surgiram nas suas pernas e braços e dois chifres apareceram na sua cabeça. Suas orelhas cresceram e tornaram-se pontudas como as de um veado. Então, com um assopro forte na flauta, ele interrompeu a música.”

Ao ler o conto Sobre Guerras e Deuses – que falei aqui – eu já tinha percebido o tipo de escrita do Eduardo Kasse… rica em detalhes. O Andarilho das Sombras não fica para trás. Ao ler essa história, assim como eu, você vai conhecer a fundo a Europa medieval, o comportamento dos nativos, o momento histórico e mais sobre os Deuses antigos. Foi uma viagem incrível. Não vejo a hora de embarcar na próxima viagem da série Tempos de Sangue.

O Andarilho das Sombras – Eduardo Kasse

Editora: Draco
Formato:
eBook Kindle
Tamanho do arquivo: 1741 KB
Número de páginas: 392 páginas
ASIN: B00998G9CW
Compre Aqui: 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *