Resenha: Minha Rendição – Cinthia Freire

Ele o homem bem sucedido e de bom coração. Ela a órfã, delicada e cheia de traumas. Mas, nada é como parece. Os dois tem seus segredos e os dois precisam um do outro para acalmar a alma e o coração. Minha Rendição é o segundo livro da série Segredos de Cinthia Freire.


Conhecemos Vinícius em Meu Erro (primeiro livro da série Segredos, que já foi resenhado pelo Dica). O médico, irmão de Verônica, é o completo inverso de Gabriel. Ele parece saído exatamente de um livro de conto de fadas. Bonito, rico, bem sucedido, extremamente cuidadoso com todos que ama, de coração enorme, mas que cometeu um erro sem precedentes com aqueles que mais prezava. Mas aquilo que parecia ser imperdoável foi perdoado. Carol e Gabriel não guardam mágoas de Vinícius e esse talvez seja o principal motivo para ele ainda não ter se perdoado. Para se redimir Vinícius assume um projeto de uma Ong em uma comunidade carente, trabalha dia e noite e pouco dorme. Ele precisa se redimir.

Minha Rendição - Cinthia Freire
Avatar escolhido pela escritora

Esse é Vinícius, um homem especial, diferente de tudo que já conheci; a mistura perfeita, o contraste exato. Ele é a força  e a gentileza, o belo e o simples; ele é barulho ensurdecedor e também o silêncio tranquilizante. Ele é o amor e é a dor.

Poliana é uma jovem com uma beleza ímpar (baixa, magra, de olhos castanhos e cabelos ruivos) e um passado tortuoso. Orfã, sem sucesso com adoções, ela cresceu num orfanato. Aos 18 foi em busca de sua individualidade e liberdade e acabou se apaixonando. No princípio parecia que seria para o resto da vida. Mas com o tempo, o sonho se tornou um pesadelo. Poliana viveu por anos com um traficante, sofrendo abusos de todas as formas e só conseguiu se libertar porque acabou presa, acusada por seu próprio companheiro de um crime que não cometeu. Poliana sofreu agressões e ainda foi presa, acusada de tráfico de drogas e ainda assim é uma mulher extremamente forte e obstinada.

A ligação termina e fico parada olhando a rua e tentando imaginar quando foi que tudo isso aconteceu, como foi que esse homem rompeu a barreira que criei em meu coração, aquela que eu tinha certeza de que me protegeria de todo o mal, que não me deixaria sofrer. Quando foi que ele passou a ser o motivo dos meus sorrisos e a cor dos meus dias cinzentos.”

Vinícius e Poliana tinham tudo para nunca se encontrar na vida. São pessoas totalmente diferentes, de origem e situação financeira opostas, mas o destino faz com que essas almas se encontrem e se apaixonem quase que a primeira vista. Mas nada é fácil se tratando de uma história de Cinthia Freire. Além das diferenças, Poliana não consegue se libertar do passado e não é pra menos. O menor toque, a mínima pressão, faz com que ela se sinta oprimida e mesmo que não queira, acaba relacionando o presente com um passado doloroso. E a coisa fica ainda mais complicada com o excesso de zelo de Vinícius. Ela não consegue compreender porque esse “Deus Nórdico” tem tanto cuidado e amor por ela.

Cinthia Freire - Minha Rendição
Cinthia Freire – Foto Facebook

Para escrever Minha Rendição eu precisei fazer uma pesquisa um pouco mais aprofundada sobre a violência contra a mulher, precisei ir além dos dados e estatísticas, que infelizmente só crescem. Minhas pesquisas se basearam basicamente no relacionamento abusivo e em como a violência abala psicologicamente a mulher, confesso que antes de escrever sobre Poliana eu tinha dificuldades de compreender o que faz uma mulher continuar ao lado de alguém que a machuca, mas conforme fui escrevendo e lendo relatos reais de mulheres que passaram por isso, percebi que elas muitas vezes não conseguem se libertar. Por muitos fatores, religião, cultura, posição social, estado psicológico… o mundo, embora esteja muito evoluído, ainda é extremamente machista e essas mulheres muitas vezes são caladas por uma sociedade que prefere julgar ao invés de estender a mão e ouvir aqueles que são enfraquecidos de alguma forma.” – Cinthia Freire

É muito bonito ver o efeito do amor de Vinícius causa em Poliana. Através de um sentimento tão puro,ele devolve a ela não só a confiança, mas também a auto-estima. O caminho inverso também acontece, o amor de Poliana por Vinícius ajuda a ele a se perdoar, mas isso só realmente acontece quando ele precisa de Gabriel. A relação deles, que nem existia em Meu Erro, se torna forte em Minha Rendição. Vinícius consegue entender melhor o amor que Gabriel sente por Carol e como ela se torna forte por ele.

Cinthia Freire traz em Minha Rendição uma história sensível, com cenas que emocionam e cativam. Um drama forte, vivido por personagens reais, mas com a dose certa de fantasia e um amor tão lindo, que em alguns momentos da leitura me perguntei se não estava lendo uma releitura de algum conto de fadas famoso, daqueles que fazem o coração transbordar de amor.” – Babi A. Sette

E vamos ser justos! É sensacional ter mais um pouco de Carol e Gabriel. Saber como eles estão indo, depois de todas as dificuldades que passaram. O livro conta mais um pouco de Caroline e Gabe, de Verônica e Fábio e até de Alan e Tomaz, tudo sob o ângulo de Poliana e Vinícius. É como se a gente já se sentisse dentro desta família “torta”.

Minha Rendição é um conto de fadas, daqueles que faz a gente suspirar, com direito a príncipe e plebeia, ação, baile, dores e vilões e bruxas (eu até agora eu não engoli a Mônica). Com sua escrita fácil e sedutora, Cinthia Freire mais uma vez arrasa falando de amor e abordando um tema tão delicado e importante como a agressão a mulher. Um drama romântico, com personagens fortes e complexos que fazem parte de uma realidade, com o toque perfeito de ficção.  Ela é oficialmente minha escritora brasileira predileta no quesito romance.

Minha Rendição – Cinthia Freire

Capa Minha Rendição - Cinthia Freire

Formato: E-book
Tamanho do arquivo: 6591 KB
Número de páginas: 518 página
Compre aqui: 

2 thoughts on “Resenha: Minha Rendição – Cinthia Freire”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *