Escritor mexicano morre em acidente de carro

Ignácio Padilla, o contista, romancista e ensaísta mexicano, de 47 anos, morreu em um acidente de trânsito na noite de sexta-feira (19) no Estado de Querétaro, região central do México.

A informação foi passada pela Secretaria de Cultura do México, cujo secretário, Rafael Tovary de Teresa, disse através do Twitter, estar entristecido com o fato: “Lamento o falecimento de Ignacio Padilla, um homem das letras no mais amplo sentido da palavra. Meus pêsames a sua família”.

Ignacio Padilla nasceu na Cidade do México em 1968. Ele se formou em Comunicação na Universidad Iberoamericana, realizou mestrado em Inglês e Literatura na Universidade de Edimburgo e um doutorado em filosofia na literatura hispano-americana na Universidade de Salamanca.

reconocimiento_ignacio_padilla_rmm_4111
Foto: Divulgação / Secretaria de Cultura do México

Na carreira, Padilla publicou cerca de 30 livros, entre contos, romances, ensaios, crônicas e textos infantis. No Brasil, os livros Amphitryon (2006) e Espiral de artilharia (2007) foram traduzidos. No dia 10 de Fevereiro de 2011, Ignacio Padilla foi nomeado acadêmico correspondente no Estado de Querétaro.

O autor tornou-se um dos líderes da chamada “Geração do Crack”, grupo de escritores que questionavam a não renovação das escolas literárias mexicanas e de outras correntes latino-americanas.

As circunstância do acidente não foram divulgadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *